1/2

Vereadores de Caxambu do Sul aprovam Moção contra privatização dos Correios


O representante dos correios, Claudinei Giongo, esteve na Câmara de Vereadores de Caxambu do Sul pedindo apoio dos vereadores contra a privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Os correios são a única instituição presente em todos os municípios brasileiros e, por isso, responsável pela integração nacional, unindo todas as cidades e municípios brasileiros através de cartas e encomendas. Emprega mais de 100 mil funcionários diretos e 300 mil indiretos responsáveis pelo atendimento, tiragem, separação, entrega e coleta de mais de meio bilhão de objetos ao mês.

Os Correios estão presentes há mais de 350 anos na vida dos brasileiros, sendo o único a chegar nos lugares mais longínquos. Segundo Giongo, a privatização representa o risco concreto de fechamento de agências, especialmente nas localidades que mais dependem desses serviços.

Durante a sessão desta terça-feira (29), portanto, os vereadores caxambuenses aprovaram a Moção de Apoio e Requerimento de Audiência Pública pela manutenção da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos como empresa pública, suspensão dos estudos que objetivam participação de representantes da sociedade civil, do legislativo e do executivo dos municípios afetados, promovendo o conhecimento dos efeitos dessa medida em suas cidades e o envio de expediente às presidências do Senado Federal e Câmaras dos Deputados, entre outros órgãos.

Circula também um abaixo assinado para que a população possa demonstrar a insatisfação e pedir para que a empresa seja excluída do Programa de Desestatização e Desinvestimentos do Ministério da Economia, por ser autossustentável e não depender de Recursos do Tesouro Nacional.

#JORNALISMO

TROPICAL FM 97.7 - 2020

LESS webmaster