1/2

Desentendimento familiar resulta em morte de padrasto no Oeste


A Polícia Militar foi empenhada para atender vítima de disparo de arma de fogo no Hospital de Caibi. O fato foi registrado por volta das 11h50 de sexta-feira (1º). Chegando no hospital, a equipe médica tentava estabilizar o masculino de 54 anos, vítima de disparo na região do tórax. Num primeiro momento, a guarnição deslocou ao local dos fatos, porém o autor não foi localizado.

A enteada de 30 anos relatou que o autor seria seu irmão de 26 anos, por motivo de desavença familiar. Ainda segundo relato da enteada, a vítima de posse de um facão, chegou em casa alterado e xingando ela e o irmão. Houve discussão e o autor, seu irmão, correu para dentro de casa e pegou uma espingarda, e logo ouviu um disparo que atingiu a vítima. O homem foi socorrido e encaminhado ao hospital, indo a óbito em seguida. A Polícia Civil foi acionada após o local ser isolado.

Em seguida, o autor ligou para emergência (190) e disse que queria se entregar. Assim, o autor foi preso em flagrante e em seguida mostrou o local onde havia deixado a arma de fogo, uma espingarda cal. 32 marca Boito, com numeração aparente. Ele possuía em seu bolso três cartuchos cal. 32 marca CBC sendo um deflagrado e dois intactos. O autor alegou que a vítima chegou em casa, lhe xingou e também sua sobrinha, que deu um tapa no rosto da vítima, e este pegou um facão e tentou lhe acertar no pescoço.

Após se defendeu, foi até o quarto, pegou a espingarda e atirou contra a vítima, fugindo em seguida. Diante dos fatos, o autor e o material aprendido foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

#JORNALISMO

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster