1/2

Exportações de dezembro são 31,5% maiores na comparação com 2018


Mantendo o bom desempenho que teve ao longo do ano de 2019, as exportações de carne suína in natura cresceram 31,5% no mês passado na comparação com dezembro de 2018. Ao longo do mês, com 21 dias úteis, foram embarcadas 65,9 mil toneladas. Na comparação com novembro, a média diária de embarque foi 9,1% maior, passando de 2,9 mil toneladas diárias para 3,1 mil.

O bom desempenho das exportações de carne suína em 2019 se deu principalmente pela Peste Suína Africana (PSA) que atingiu diversos países da Ásia e da Europa, principalmente a China, o maior produtor e consumidor da proteína. Estima-se que o gigante asiático tenha perdido 50% do seu plantel em 2019.

Em valores monetários as exportações brasileiras de carne suína somaram US$ 171,2 milhões, ante US$ 138,4 milhões em novembro e US$ 94,7 milhões em dezembro de 2018. O preço médio pago por tonelada em dezembro foi de 8% maior que os pagos em novembro e 31% maior que os pagos em dezembro de 2018.

RESULTADOS GERAIS DA BALANÇA COMERCIAL EM DEZEMBRO 2019

No mês, a exportação alcançou cifra de US$ 18,155 bilhões. Em relação a dezembro de 2018, as exportações registraram retração de 10,6%, e em relação a novembro de 2019, diminuição de 1,7%, pela média diária.

As importações totalizaram US$ 12,555 bilhões. Sobre igual período do ano anterior, as importações apresentaram diminuição de 7,4%, e sobre novembro de 2019, decréscimo de 15,6%, pela média diária.

No período, a corrente de comércio alcançou valor de US$ 30,710 bilhões. Sobre igual período do ano anterior registrou-se queda de 9,3%, pela média diária.

O saldo comercial do mês apresentou superávit de US$ 5,599 bilhões, valor 17,0% inferior, pela média diária, ao alcançado em igual período de 2018, US$ 6,428 bilhões.

#JORNALISMO

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster