1/2

Assembleia Legislativa começa debater pedido de impeachment do governador de SC


Apesar do recesso parlamentar, os deputados estaduais catarinenses já começaram a discutir a situação política gerada pelo pedido de impeachment do governador Carlos Moisés protocolado na segunda-feira (13) pelo advogado e defensor público Ralf Zimmer Júnior.

A notificação sobre o pedido de impeachment foi encaminhada nesta terça-feira (14) ao governador, que está de férias em Laguna, e terá 15 dias para justificar a concessão de aumento salarial para os procuradores do Estado que provocou impacto de R$ 8 milhões aos cofres públicos.

Nesse período de 15 dias, a Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) deverá constituir uma comissão especial, com nove membros dos diversos partidos, para análise do pedido.

O presidente da Alesc, Julio Garcia informou que seguirá as determinações legais expressas na Constituição Estadual e no Regimento Interno. Porém, ele ressalta que, num regime democrático, “o impeachment é o último recurso e não pode ser banalizado”.

#JORNALISMO

TROPICAL FM 97.7 - 2020

LESS webmaster