1/2

Ação conjunta deflagrou Operação Diablo, no Meio Oeste

A Polícia Civil através da DIC – Divisão De Investigação Criminal de Curitibanos, com apoio de policiais das Diretorias de Polícia de Fronteira, do Interior, do Litoral, da Grande Florianópolis, SAER, CORE e Canis deflagrou nesta manhã de sábado (25) a Operação Diablo, com o objetivo de reprimir a organização criminosa conhecida vulgarmente por PGC, Primeiro Grupo Catarinense, especificamente no que concerne ao tráfico de drogas.


Durante investigação policial, a qual perdurou por aproximadamente sete meses, foram colhidos elementos comprobatórios de que esta Organização Criminosa é a maior responsável pelo comércio ilegal de drogas (maconha, cocaína e crack), coordenando diversos locais espalhados pela cidade onde os entorpecentes eram comercializados.


Diante das provas arrecadadas com a investigação policial, foi elaborada representação ao Juízo Criminal desta Comarca, sendo deferidos 26 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, cujos cumprimentos ocorreram neste dia 25. Foram apreendidos aproximadamente 20 kg de maconha e diversas anotações sobre a organização criminosa e suas transações.


Além dos presos na cidade Curitibanos, houve uma prisão na cidade de Campos Novos e a prisão de uma das lideranças da Organização Criminosa na cidade de Joinville, sendo que este já encontrava-se recolhido no Presídio Regional de Joinville.


A operação policial contou com cerca de 110 policiais civis, advindos de todas as regiões do Estado (DPOI, DIFRON, DPOL, DPGF e DG), tendo apoio dos Canis de Campos Novos, Chapecó, Canoinhas e Xanxerê e das Unidades Especializadas CORE e SAER.


Fonte/fotos: SAER/Polícia Civil/SC

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster