1/2

ALESC: Denúncia sobre compra de respiradores repercute


A compra de 200 respiradores artificiais pelo governo estadual com dispensa de licitação, ao custo de R$ 33 milhões, repercutiu durante a sessão virtual desta terça-feira (28) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Os deputados aprovaram um requerimento solicitando informações ao Executivo estadual sobre o caso.


A denúncia foi feita pelo site The Intercept Brasil. Conforme a reportagem, o Estado de Santa Catarina comprou da distribuidora Veigamed, do Rio de Janeiro, 200 respiradores, por R$ 33 milhões, que já foram pagos. Segundo ainda a reportagem, os equipamentos, no entanto, que deveriam ser entregues neste mês, só chegarão ao Estado em junho, com uma configuração inferior à que foi contratada inicialmente.


Segundo o deputado Marcos Vieira foi feito o pedido para a cópia integral de todo o processo de compra. Chamou a atenção do deputado o fato do Executivo ter encaminhado à Alesc, no dia 31 de março, uma proposta para pedir a autorização do Legislativo para efetuar compras referentes à pandemia e pagá-las de forma antecipada.


O Dr. Vicente Caropreso leu uma nota do governo estadual sobre a aquisição dos respiradores. Conforme ele, o Executivo já instaurou sindicância para apurar a compra e afastou, na última sexta-feira (24), a servidora responsável pela aquisição.

A Secretaria de Estado da Saúde, conforme a nota lida pelo deputado, tem notificado a empresa para o cumprimento do prazo da entrega dos respiradores.


Fonte/foto: ASCOM/ALESC

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster