1/2

Athletico sai na frente na decisão contra o Coritiba


A frase é clichê, mas vale: Atletiba é uma caixinha de surpresas. E aconteceu novamente na partida deste domingo. Depois de sofrer na maior parte do jogo, o Athletico marcou aos 45 minutos do segundo tempo com Léo Cittadini e saiu na frente na disputa pelo título do Paranaense. O jogo na Arena da Baixada foi o primeiro da decisão e com o Coritiba mais forte, sobretudo no primeiro tempo. Com poucas chances, o Furacão achou o caminho quando se arrumou em campo no fim da partida. No toque de bola e pressionando na área do adversário, Léo Cittadini jogou um balde de água fria no Coritiba, que era mais perigoso e estava mais perto do gol. Mas Atletiba, amigos, só acaba quando termina.


O jogo não decolou no primeiro tempo. Nos primeiros 15 minutos, o Coritiba estava mais organizado em campo e levemente mais agressivo. Os chutes - não muito perigosos - tiveram origem com o Alviverde, enquanto o Athletico somente apareceu quando Nikão recebia a bola pela esquerda, mas com dificuldades em progredir. O primeiro tempo continuou com o Coritiba mandando no jogo, chegando mais perto da área, mas com poucas finalizações perigosas. A mais complicada foi o passe de Rafinha que buscava Igor Jesus na entrada da área, mas que Santos tirou o perigo. O Athtletico acordou após os 40 minutos com algumas chances sem direção e que passaram por Carlos Eduardo, mas ninguém conseguiu mudar o placar.


O Athletico voltou a campo com mudanças. Bissoli sentiu dores musculares e foi substituído por Vitinho, que ainda alterou a forma de jogar do Furacão, com Carlos Eduardo como centroavante. O jogo ganhou em intensidade dos dois lados, com boas chances logo nos primeiros 15 minutos. A primeira foi o chute de Robson à queima-roupa, que o goleiro Santos desviou. Muralha também fez grande defesa no chute de Nikão. O jogo seguiu mais aberto com chances para os dois lados, mas com o Coritiba finalizando melhor. Galdezani quase fez um golaço aos 28 minutos chutando a bola no ângulo de Santos, que só torceu para ela sair, e saiu. O Coritiba seguiu mais perigoso, mas existe sempre um "mas". No último minuto, o Athletico foi para cima, invadiu o campo do Coritiba e Léo Cittadini marcou após bom toque de bola.


Com a vitória, o Athletico vai para o segundo jogo com a vantagem de empatar e levar o título de campeão paranaense. Qualquer empate dá a taça para o Furacão. O Coritiba leva a decisão para os pênaltis se vencer com a diferença de um gol (pode ser 1 a 0, 2 a 1, 3 a 2). Vitória com dois gols de diferença dá o título para o Coritiba. A decisão agora é no Couto Pereira, nesta quarta-feira, às 20 horas.


FONTE: Globoesporte.com

Foto: Globoesporte.com

TROPICAL FM 97.7 - 2020

LESS webmaster