1/2

Bandeirinha natural de Saudades é convocada para o Mundial de Clubes


A catarinense Neuza Back foi convocada pela Fifa para atuar no Mundial de Clubes 2020, que acontece em fevereiro, no Catar. A assistente apitará ao lado da brasileira Edina Alves e da argetina Mariana de Almeida. Essa será a primeira vez que uma partida oficial de futebol masculino profissional será comandada por uma árbitra em uma competição da Fifa.


Foram selecionados para o maior torneio de clubes do Mundo sete árbitros de campo, 12 assistentes e sete árbitros de vídeo. A competição será realizada entre os dias 1 e 11 de fevereiro. Essa é a última edição com 7 participantes — um clube de cada continente e um representante do país-sede —, já que a partir de agora 24 times integrarão o torneio.


O time que irá competir pela América do Sul será definido no dia 30 de janeiro, na final da Libertadores 2020, e a primeira participação no Mundial ocorre uma semana depois. Palmeiras e Santos estão na disputa e podem chegar à competição internacional no Catar.


Natural de Saudade, no Oeste de Santa Catarina, Neuza Back fez o curso de arbitragem em 2008, ganhou o reconhecimento de melhor aluna da turma e passou a atuar no Campeonato Catarinense. Em 2009, a assistente começou a apitar os jogos da Série A do Campeonato Brasileiro masculino e, em 2014, se tornou árbitra Fifa.


A profissional foi a única mulher da seleção de arbitragem do país convocada para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Atualmente, Neuza Back mora em São Paulo e além de apitar ao lado de Edina Alves na Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, esteve com a paranaense em sua estreia na Série A do masculino como assistente e como árbitra principal.


A Fifa iniciou em 2016 um movimento de incluir as mulheres nos diversos ramos do futebol. Na Copa do Mundo Sub-17 de 2017, a suíça Esther Staubli foi a primeira mulher a apitar competição masculina da Fifa. Mais tarde, a uruguaia Claudia Umpierrez se consagrou como a primeira árbitra sul-americana a atuar no Mundial Sub-17 masculino da Fifa e, em 2021, o primeiro trio de arbitragem feminino irá atuar em um competição de futebol masculino profissional da Federação Internacional de Futebol.


Fonte: nsctotal.com.br

Foto: Porthus Junior / Agência RBS)

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster