1/2

Catarinense fica proibido até 7 de agosto


Em razão do aumento de casos de Covid-19 em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés ampliou nesta sexta-feira as medidas de isolamento social e manteve o veto em relação ao Campeonato Catarinense. No novo decreto, que será publicado no Diário Oficial, a competição fica proibida de ser retomada pelo menos até 7 de agosto.


O Catarinense foi suspenso pelo Governo de Santa Catarina por duas semanas no dia 13 de julho em razão do avanço de casos entre os clubes devido ao não cumprimento do protocolo médico. Chapecoense, Criciúma, Marcílio Dias, Joinville e Figueirense tiveram registros da doença após a volta dos jogos.


Depois da suspensão, um encontro virtual com a presença dos médicos dos times da elite estadual, alguns presidentes, membros da Federação Catarinense de Futebol (FCF), representantes da Associação de Clubes de Santa Catarina (SC Clubes) e infectologistas da Secretaria de Saúde definiu a criação de um novo protocolo. As principais mudanças foram: exigência de exames RT-PCR em todos os jogadores e membros de comissões técnicas até 48 horas antes dos jogos e o afastamento somente dos indivíduos com casos positivos.

A Federação Catarinense de Futebol (FCF), então, marcou a retomada para a próxima segunda-feira com o jogo entre Tubarão e Concórdia pelo duelo do rebaixamento. Na terça e na quarta-feira seriam disputadas as partidas de volta das quartas de final. Após a prorrogação do decreto, a entidade ainda não se manifestou sobre o futuro do Catarinense.


O fim da suspensão do estadual em Santa Catarina coincide com o início das competições nacionais agendadas pela CBF. O Avaí, por exemplo, tem partida pela Série B em 7 de agosto, enquanto no dia seguinte o Figueirense entrará em campo. Já a Chapecoense tem jogo no dia 9. Na Série C, o Brusque tem compromisso no dia 8, enquanto o Criciúma atuará no dia 10.


Na última atualização de casos, Santa Catarina chegou a 65.017 mil confirmações, sendo 2.735 novos registros em 24 horas. O Estado tem ainda 844 mortes, com 32 óbitos de um dia para outro.


FONTE: Globoesporte.com

Foto: LUCAS COLOMBO/ESTADÃO CONTEÚDO

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster