1/2

Chape volta a treinar após cobrar diretoria por salários atrasados


O elenco da Chapecoense voltou a treinar de olho na partida contra a Ponte Preta. A atividade, na manhã desta quarta-feira, ocorreu um dia após a cobrança dos jogadores em uma reunião com a diretoria por causa dos salários atrasados – o trabalho de terça foi cancelado.


Boa parte dos vencimentos diz respeito ao direito de imagem de 2020. O clube tem quitado praticamente apenas o valor que consta na CLT – em outubro e novembro pagou a totalidade dos valores (CLT + imagem). Os atletas que vestem a camisa verde a branca há mais tempo, por exemplo, acumulam atrasos também dos anos anteriores.


Para enfrentar a Macaca, o zagueiro Luiz Otávio finalizou o período de transição e pode ser a novidade na escalação do técnico Umberto Louzer na partida marcada para a quinta-feira, às 17h45 (de Brasília), na 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, Derlan fica fora da lista de relacionados para cumprir suspensão.

O provável time tem: João Ricardo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Luiz Otávio e Roberto (Alan Ruschel); Willian Oliveira, Ronei e Denner; Paulinho Moccelin, Mike e Anselmo Ramon.


Além de enfrentar a Ponte Preta, a Chapecoense encara Operário-PR e Confiança na reta final da Série B e também tem a missão de "secar" o América-MG, que briga pela taça da competição nacional. A equipe catarinense ocupa a vice-liderança e depende apenas de si para conquistar o objetivo.


Fonte: globoesporte.globo.com

Foto: Marcio Cunha/ACF

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster