1/2

Chapecoense vence o Brasil de Pelotas e vira vice-líder


Um jogo com muito vigor físico, mas com poucas chances em boa parte tempo. Melhor para a Chapecoense, que fez um gol no final do segundo tempo e venceu o Brasil de Pelotas fora de casa. Luiz Otávio foi o responsável por recolocar os catarinenses no caminho das vitórias após três empates. O time verde e branco ainda teve um pênalti não marcado no primeiro tempo.


O início do jogo foi movimentado. Aos oito minutos, Denner chutou sem ângulo, nas mãos do goleiro. Um minuto depois o Brasil respondeu com chute de Danilo Gomes, de fora da área. Aos 11, a melhor chance do primeiro tempo. Rafael Martins afastou mal o cruzamento de Bruno Silva, Ronei pegou o rebote de primeira e acertou a trave. Aos 16, a Chapecoense teve boa chance, mas Anselmo Ramon foi derrubado na área. O pênalti não foi marcado pelo árbitro Dyorgines José Padovani de Andrade.


O segundo tempo teve mais faltas que lances perigosos. A melhor chance do Brasil de Pelotas foi aos 32 minutos, mas Lázaro cabeceou fraco, em cima de João Ricardo. A Chapecoense quase abriu o placar aos 23, com Denner, mas o gol saiu apenas no final. Aos 45, após cruzamento, Luiz Otávio desviou para as redes.


O árbitro Dyorgines José Padovani de Andrade não marcou um pênalti para a Chapecoense, segundo a comentarista Nadine Basttos. Aos 16 do primeiro tempo, Anselmo ramon foi puxado por cima e tocado por baixo por Héverton dentro da área, nada marcado.


Com a vitória, a Chapecoense chegou aos 21 pontos e assumiu a segunda colocação na tabela de classificação. O Verdão do Oeste ainda pode perder uma posição caso a Ponte Preta vença na rodada. O Brasil de Pelotas permanece com 15 pontos, na 11ª posição.


Brasil de Pelotas e Chapecoense voltam a entrar em campo na próxima terça-feira. Às 19h15 (de Brasília), os gaúchos enfrentam o Avaí, fora de casa, na Ressacada. Já os catarinenses recebem o Botafogo-SP, às 17h, na Arena Condá.


Fonte e Foto: globoesporte.globo.com

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster