1/2

Com gol de Neymar, PSG vence e é campeão da Copa da França


O retorno aos jogos oficiais depois de mais de quatro meses foi com boas e más notícias para o PSG. Com gol e bela atuação de Neymar, o time de Thomas Tuchel venceu o Saint-Étienne por 1 a 0, no Stade de France, e conquistou sua 13ª Copa da França. Mas como uma noite com título pode acabar ruim? Mesmo com a taça, o time parisiense deixou a decisão preocupado. Mbappé sofreu entrada dura no tornozelo, foi substituído e apareceu de muletas. Fica a dúvida para a reta final da Liga dos Campeões.


O PSG conquistou seu 13º título da Copa da França, o quinto das últimas seis temporadas. É o maior vencedor do torneio, agora com três de vantagem para o segundo colocado, o Olympique de Marselha. O Saint-Étienne não participava de uma final desde 1982. Tem seis taças, a última obtida ainda em 1977.


Foi uma partida pegada. De pouca intensidade, muitas bolas paradas e... violência. Ao todo, foram distribuíd os 10 cartões amarelos e um vermelho. No final, 34 faltas foram marcadas. Quando tinha a bola, o Saint-Étienne soube criar e chegou a ter mais posse de bola no início. Assustou Navas com boas finalizações de Bouanga e Hamouma. Mas a qualidade do ataque do PSG fez a diferença. Em triangulação de Mbappé, Di María e Neymar, o brasileiro aproveitou rebote de chute do francês e fez: 1 a 0.


Ainda na primeira etapa, Mbappé sofreu forte entrada de Perrin, e o jogo teve uma reviravolta, ainda aos 25 minutos. Houve confusão entre as duas equipes, o defensor do Saint-Étienne foi expulso após revisão no VAR, e o camisa 7 do Paris deixou o jogo. A partir daí, a equipe da capital diminuiu o ritmo. Não se arriscou. No segundo tempo, jogou na velocidade de seus atacantes, com Neymar distribuindo para os companheiros. Sarabia e Di María desperdiçaram chances. O Saint-Étienne ensaiou uma pressão no fim, mas não conseguiu o empate: o título ficou em solo parisiense.


Neymar fez o gol do jogo e distribuiu vários passes decisivos, que terminavam em finalização ou em jogadas que acabariam em finalizações perigosas para o PSG. A falta de pontaria de Icardi, Sarabia e Di María não fez com que o jogo do brasileiro fosse mais efetivo. Ele chegou aos 19 gols em 23 jogos pelo Paris na temporada, ainda com mais nove assistências. O camisa 10 conquistou seu sétimo título no Paris.


O PSG voltará a campo na próxima sexta-feira, dia 31, novamente no Stade de France para tentar outro título. Decide a Copa da Liga da França contra o Lyon. Depois, faz amistoso no dia 5 de agosto, no Parque dos Príncipes, contra o Sochaux. Em seguida, tem o principal desafio da temporada: encara a Atalanta, no dia 12 de agosto, em Lisboa, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Jogo único.


FONTE: Globoesporte.com

Foto: Christian Hartmann/Reuter

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster