1/2

Com polêmica de arbitragem Inter vence o GRENAL 429

Atualizado: Jan 25


Se o título precisa de uma provação, ela está aí. Depois de golear o São Paulo, assumir a liderança e ver todos os rivais do topo da tabela perderem no fim de semana, o Inter venceu o Gre-Nal 429 neste domingo, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Brasileirão, e abriu quatro pontos de vantagem ao segundo colocado. Além disso, interrompe um jejum de 11 jogos sem vitórias sobre o maior rival. O Grêmio sai do clássico na bronca com a arbitragem por dois lances de pênalti nos acréscimos do clássico.


Depois que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim de jogo, os gremistas dispararam em sua direção. Primeiro, reclamaram de pênalti não marcado em Ferreira já nos acréscimos. O juiz ouviu o VAR e mandou seguir. Em seguida, ele marcou penalidade em favor do Inter após a bola bater na mão de Kannemann na área tricolor. Novamente alertado pelo árbitro e vídeo, Luiz Flávio manteve a decisão. Edenilson converteu e decretou a virada. Na Central do Apito, o cometarista de arbitragem do Grupo Globo Sandro Meira Ricci afirmou que não marcaria o pênalti.


Nem o colorado mais otimista acreditaria que o clássico 429 teria um desfecho como o deste domingo. O Inter jogou melhor o primeiro tempo e poderia ter aberto o placar. No segundo, passou a ser dominado pelo Grêmio e sofreu o gol. Mas, como todo campeão, não desistiu. Aos 44, Cuesta cruzou na cabeça de Abel Hernández, que empatou. Aos 52, depois de muita polêmica sobre a marcação de pênalti de Kannemann, Edenilson converteu a cobrança e deu fim à invencibilidade gremista. Ela durava 11 jogos.


O Inter descansa por uma semana e volta a jogar no domingo que vem, às 18h15, contra o Bragantino, no Beira-Rio. O Grêmio faz a partida atrasada pela 23ª rodada, diante do Flamengo, às 20h da próxima quinta-feira, na Arena.


Fonte: globoesporte.globo.com

Foto : Ricardo Duarte

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster