1/2

Covid19: Estado altera mapa e São Carlos abre espaços públicos


Em entrevista a Tropical FM na manhã desta sexta-feira (2) participaram a enfermeira da Unidade de Saúde do centro de São Carlos, Luciane Berá (d), e o Fiscal Sanitário e Agente de Endemias são-carlense, Fabio Castelani.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

Em pauta, as estratégias e orientações referente a pandemia do Covid19. Durante a entrevista, foi abordado quadro inalterado, porém, nesta manhã houve mudança no mapa e nas estratégias em âmbito de Estado.


Inicialmente Fabio falou sobre a expectativa de mudança conforme o Estado já estava estudando. Logo após a oficialização da mudança, Fabio voltou a abordar o assunto explicando qual foi esta mudança, que consiste na liberação, com restrições de locais públicos abertos, como praças e parques. O uso destes espaços e seguindo regras como uso da máscara facial, e manter distanciamento.


Leia na íntegra


O Município de São Carlos, que pertence à regional de Chapecó, se encontra neste momento, em situação de ALTO RISCO (cor Amarela).

Nesta classificação, devem ser adotadas as seguintes medidas de enfrentamento: (art. 5° da portaria 592 de 17 de agosto de 2020)

I – suspensão do acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas, oficiais ou não;

II – suspensão de atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus, assim como de eventos, shows e espetáculos que acarretem reunião de público;

III – suspensão das aulas presenciais nas unidades das redes pública e privada de ensino, municipal, estadual e federal, relacionadas a educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de jovens e adultos (EJA) e ensino técnico, sem prejuízo do cumprimento do calendário letivo, o qual deverá ser objeto de reposição oportunamente;

IV – restrição à permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praias e praças, sendo autorizada somente comutilização de máscara e respeito ao distanciamento entre pessoas; V – autorização de funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 50% (cinquenta por cento) do total de agentes públicos em exercício nos respectivos órgãos, excetuados os serviços essenciais;

VI – fiscalização e encerramento das atividades de estabelecimentos que não estejam atendendo às normas sanitárias de prevenção à COVID-19, sejam elas orientadas por regramento específico ou geral, como uso obrigatório de máscara, distanciamento entre pessoas, prioridade à ventilação natural e disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos.

É de fundamental importância a consciência social em seguir as orientações para evitar que a classificação do nosso município e região volte a se agravar. É NECESSÁRIA A COLABORAÇÃO DE TODOS.


Mapa


Na entrevista também foram destacados os números atuais da pandemia com aumento dos casos ativos. A enfermeira Luciane explicou os casos que guardam resultado, os já descartados, bem como afirmou que já existe a conscientização da população em relação a realidade, o que facilita o trabalho.


Veja tabela desta sexta-feira.






Tropical FM/EC / Foto: Daiane Gerhardt

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster