1/2

Duas operações da Polícia Civil são desenvolvidas em SC

A Polícia Civil DRACO/DEIC, deflagrou na manhã desta sexta-feira, 17, a Operação 24K para cumprir 54 ordens judiciais. São sete mandados de prisões temporárias, 25 mandados de busca e apreensão, sequestro de sete veículos e o bloqueio de todas as contas correntes de 15 pessoas físicas e jurídicas que integram organização ligada à lavagem de dinheiro vindo do tráfico de drogas.


Também foi autorizada pela Justiça a quebra dos sigilos bancário e fiscal de todos os investigados, que atuam criando empresas para tentar dissimular a origem ilícita do dinheiro. A investigação iniciou em 2019 para identificar e desarticular os ramos financeiros das organizações criminosas.


A Operação 24K acabou sendo antecipada, pois integrantes da organização criminosa investigada também foram alvo da recente Operação Network, que resultou na apreensão de mais de R$ 1 milhão. Segundo o delegado Antônio Cláudio Seixas Jóca, as organizações criminosas movimentam grandes quantidades de valores, incentivando a prática de crimes de vários tipos e, por isso, essas estruturas financeiras e de lavagem de dinheiro são uns dos principais focos das equipes.


Segunda Operação


A Polícia Civil de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul também deflagraram nesta sexta-feira, 17, a Operação Cadeia Premiada para cumprir 12 mandados de prisão temporária envolvendo os crimes de estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações apontavam que membros de organização criminosa sediada em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, dirigiam-se a Santa Catarina para aplicar os chamados golpes do bilhete premiado.


Até a manhã desta sexta-feira, oito prisões temporárias foram cumpridas e as diligências ainda estão em andamento no Rio Grande do Sul. Além das prisões, também está sendo dado cumprimento ao sequestro de valores de contas bancárias de 12 pessoas.


Fonte/foto: Polícia Civil/Site chapeco.org

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster