1/2

Gauchão: Governador elogia protocolos da FGF, mas...


O retorno do Campeonato Gaúcho não deve ocorrer em julho. Em transmissão ao vivo nesta segunda-feira, o governador Eduardo Leite respondeu questionamentos sobre a volta do futebol no Rio Grande do Sul e, apesar de elogiar os protocolos apresentados pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF), diz que o retorno "não é prioridade" no momento.


A previsão inicial trabalhada pela FGF em reuniões com o governo estadual era de retomada no dia 19 de julho. Apesar de não dar datas, a manifestação de Eduardo Leite indica que o retorno não deve ocorrer em julho.


A Região Metropolitana de Porto Alegre está em "bandeira vermelha", o que significa alto risco de contágio do novo coronavírus no modelo de distanciamento controlado do governo estadual. E isso deve se manter ao menos por mais uma semana. Dentro da lista de liberações do estado está o trabalho físico diário para os atletas profissionais, como Grêmio, Inter e São José já estão fazendo.


O avanço destes trabalhos, no entanto, pode ser tratado até o final da semana, junto com a manifestação sobre os protocolos apresentados pela FGF sobre a retomada do Gauchão. Quando a competição tiver uma retomada no horizonte, os treinos com contato físico terão de ser liberados.


Na transmissão, Leite divulgou que são mais de 25 mil casos de coronavírus no Rio Grande do Sul, com ocorrências em 401 das 497 cidades e taxa de ocupação das UTIs em 71,3%. O governador também anunciou chegada de 140 novos respiradores.


FONTE: Globoesporte.com

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster