1/2

Governo nega pedido para retomada do Catarinense


O Governo de Santa Catarina negou o pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) para retomar os jogos do Campeonato Catarinense com portões fechados a partir de 16 de maio. A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira por meio de comunicado oficial.


Santa Catarina teve 519 casos novos de Covid-19, a doença provocada pelo coronavírus, em 24 horas. Segundo divulgado pelo governo na noite desta terça-feira, são 1.995 pacientes. O número de mortes continua o mesmo, 44.

No dia 11 de abril, o governador Carlos Moisés (PSL) estendeu a proibição de práticas esportivas em Santa Catarina até 31 de maio. Nesta semana, porém, um decreto permitiu a realização de atividades ao ar livre com uma série de regras, entre elas o uso de máscaras pelos praticantes e distância mínima de quatro metros entre eles. As medidas não se encaixam ao futebol.


A Federação tinha a esperança de ter o desejo atendido pelo governo principalmente após criação do "Guia Médico de sugestões protetivas na Retomada Progressiva do Futebol Profissional de Santa Catarina de forma segura". O protocolo de saúde foi elaborado pelo médico Luis Fernando Funchal, do Avaí, e contou com a participação do infectologista Valter Rotolo da Costa Araújo.

O plano de ação entregue ao governo há 10 dias previa quatro fases para atividades. Além de testes rápidos para saber se algum atleta ou estafe ou parente têm coronavírus, o guia indicava até bolas identificadas e higienizadas para cada atleta, além de treinamento separado, com distância mínima segura de dois metros e garrafas de irrigação também previamente identificadas.

O estadual foi paralisado em 16 de março, um dia após o fim da primeira fase. Assim, a competição ainda sem data para ser retomada terá quartas de final, semifinal e final, além de duas partidas que definirão o time rebaixado à Série B de 2021.

O Avaí terminou a primeira fase na liderança, seguido de Brusque, Figueirense, Marcílio Dias, Criciúma, Juventus, Joinville, Chapecoense, Concórdia e Tubarão – os dois últimos disputam o mata-mata do rebaixamento.


FONTE: GLOBOESPORTE.COM

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster