1/2

Grêmio domina o Inter e é campeão do 2º turno do Gauchão


O Gre-Nal começou intenso e bem jogado. O Grêmio pressionou o adversário no campo ofensivo e complicou a evolução do Inter desde a defesa. Os colorados tentaram de fora da área e de fato criaram já na reta final da etapa inicial. O Tricolor, por outro lado, teve quatro ou cinco lances de perigo e apostou muito na velocidade para tentar chegar na área adversária. Mas o placar permaneceu em branco.


A etapa final teve o gol do Grêmio logo no início em lance pelo alto. Mas isso mudou completamente o jogo. A partir daí, o Tricolor recuou e passou a dar campo para o rival. O Inter ganhou espaço para trocar passes, criou até uma possibilidade de gol com Thiago Galhardo, mas teve pouca efetividade no setor ofensivo. E deixou o Tricolor confortável para ir na boa e aproveitar erro no final.


Tem tudo para ser a despedida de Everton Cebolinha. O próprio jogador admitiu uma negociação avançada com o Benfica, de Portugal, como já havia adiantado o ge. O jogador chorou ao conceder entrevista, recebeu a faixa de capitão de Geromel e ergueu a taça do segundo turno. O Tricolor trabalha para definir detalhes da negociação para concretizar a saía do atacante.


Expulsões outra vez


A Arena tem sido palco de confusões e agressões no Gre-Nal. Depois do jogo da Libertadores com quatro expulsos para cada lado, teve cartões vermelhos outra vez. Patrick e Orejuela tiveram enfrentamento físico durante a comemoração do segundo gol gremista e acabaram expulsos.


Inter sofre na mão do rival


O Inter não ganha um clássico desde setembro de 2018 — são 9 jogos. Nesta data também marcou o último gol no maior rival. Em 2020, são quatro jogos entre os dois, com duas vitórias para o Tricolor e dois empates.


FONTE: Globoesporte.com

Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster