1/2

Inter precisa evitar pior fase do ataque no ano para avançar na Copa do Brasil


O Inter montou uma operação especial para ter Thiago Galhardo contra o América-MG no jogo de quarta-feira que dá vaga à semifinal da Copa do Brasil. Para isso, fretou um avião que deixará Montevidéu, onde a seleção brasileira enfrenta o Uruguai na terça, e irá direto a Belo Horizonte ainda na madrugada após a partida.


O esforço da direção para ter o artilheiro de 2020 em campo tem reflexo direto na necessidade da equipe. Após perder a ida por 1 a 0 no Beira-Rio, precisa vencer por dois gols no Independência para avançar, ou por um gol para levar a decisão aos pênaltis. O Inter não marcou um gol sequer nos dois jogos sob o comando de Abel Braga.


Balançar as redes em Minas Gerais também significa evitar a pior sequência do ataque colorado na temporada. O time nunca ficou três jogos seguidos sem marcar.


O começo de Abel, aliás, é nada positivo. O novo treinador estreou justamente na derrota para o América-MG, no primeiro duelo da decisão. Depois, viu o Colorado perder por 2 a 0 para o Santos na Vila Belmiro, no último sábado, pelo Brasileirão.


Esta é a quarta vez no ano em que o Inter passa em branco por duas partidas consecutivas. As outras três ocorreram sob o comando de Eduardo Coudet. Duas delas, nos primeiros jogos de 2020.


A sequência negativa atual foi vivida com Thiago Galhardo em campo, é verdade. Mas o artilheiro surge como principal esperança de reverter a seca. Até por isso, ele retorna de Montevidéu direto para Belo Horizonte.


Galhardo soma 21 gols em 41 jogos em 2020. Ele marcou quase 30% dos 71 gols do Inter na temporada. E ainda contribuiu com nove assistências para os companheiros.


Sua ausência fica evidenciada também pelo desempenho dos demais atacantes colorados. O vice-artilheiro do Inter é Paolo Guerrero, com 10 gols. E ele não atua desde agosto.


Em seguida no ranking, vêm Edenílson, Patrick e Boschilia, com cinco gols cada. Só então aparece outro atacante: Abel Hernández, empatado com Marcos Guilherme, com quatro. Yuri Alberto tem dois gols no ano, e Leandro Fernández, um.


O Inter enfrenta o América-MG na quarta-feira, às 21h30, no Independência, pelo jogo da volta das quartas de final da Copa do Brasil.


Após perder o duelo de ida por 1 a 0 no Beira-Rio, o Colorado precisa vencer por dois gols de diferença para avançar à semifinal. Uma vitória por um gol leva a decisão para os pênaltis. Se não vencer, o Inter está eliminado.



FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Ricardo Duarte / Internacional

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster