1/2

Oeste: Associação busca garantias a trabalhadores dispensados


Em contato com a reportagem da Tropical FM nesta terça-feira (14), a Associação em Defesa dos Vitimados pelo Trabalho (ADVT), da região de Chapecó informou que foi procurada por um grupo de trabalhadores da empresa Ogochi de Águas de Chapecó e Planalto Alegre, em razão da demissão em massa ocorrida no último dia 1º.


A entidade confirmou que no mesmo dia, foi acionada sua assessoria jurídica com formulação de medida contra a empresa perante o Ministério Público.


Nesta terça-feira, uma audiência de mediação convocada pelo Ministério Público do Trabalho foi realizada, uma vez que a ADVT comunicou abusividade das demissões ocorridas nas unidades da empresa de Planalto Alegre, Águas de Chapecó e São Carlos. S


egundo a associação, são dezenas de mães e pais de família dispensados em um momento difícil de conseguir novo emprego. A Associação em Defesa dos Vitimados pelo Trabalho destacou que não é decente quando uma empresa que recebe incentivos da Prefeitura e obtém vantagens perante o governo Federal em razão da pandemia de Covid-19, simplesmente dispense colaboradores.


Participaram da audiência o Procurador do Trabalho, Marcelo Goss Neves, os representantes da Ogochi, seus advogados, o Sindicato, e os advogados Nilton Martins de Quadros e Ingra Carina Argenta, pela referida ADVT. Estes últimos salientaram na audiência, que a demissão foi injusta e ilegal. O Ministério Público ficou de formular uma proposta de acordo. O pedido da associação é de se garanta a recontratação dos empregados demitido.


Segundo informações da empresa Ogochi, cerca de 30% do seu quadro de colaboradores foram dispensados, mas com todos os encaminhamentos legais devido a situação. A empresa relatou queda nas vendas, mas alegou que pode vir a recontratar os empregados.


Uma parceria envolvendo Ogochi e Indústrias de Chapecó, já resultou na contratação de muitos destes colaboradores antes dispensados na Matriz em São Caros, além das filiais em Águas de Chapecó, Planalto Alegre, Palmitos e Saltinho.


Fonte: Advocacia Martins de Quadros e Associados

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster