1/2

Oeste: Cidades adotarão mais restrições e testagem


Os municípios do Oeste de Santa Catarina adotarão novas restrições e ampliarão a testagem para o novo coronavírus. A decisão regionalizada se deu após reunião, nesta quinta-feira (23), da Amosc (Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina).


Além dos prefeitos da região, também participaram da reunião representantes do Ministério Público, da secretaria de Estado da Saúde e as presidências das Associações de Municípios. A expectativa é que, com essa representatividade presente, as ações e demais restrições que forem adotadas futuramente, deverão ser em âmbito regional.


Segundo o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, as restrições que já foram tomadas serão mantidas, com destaque para “suspensão de aulas, fechamento de parques, fechamento do bandejão e restrição no horário de funcionamento de bares.


Ampliação nos testes e leitos


O município de Chapecó divulgou que adquiriu 10 mil novos testes, e a previsão é de que demais cidades da região também ampliem a testagem. Além disso, Chapecó também deve ampliar a aquisição de testes.


Os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), que somam 137 em toda a região e 59 somente em Chapecó, devem ser ampliados através de articulações, segundo Buligon.


A intenção dos prefeitos é se reunirem com a secretaria de Estado da Saúde e o Ministério da Saúde para pressionar estas esferas e, assim, ampliar a oferta de tratamento intensivo.


A taxa de ocupação na região é de 65,7%, a segunda menor do Estado, conforme a secretaria de Estado da Saúde. Com exceção das duas regiões ao Oeste, todas as demais somam uma taxa de ocupação de leitos de 80% ou mais, próximo ao nível estadual, que está em 79%.


Fonte: ND+

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster