1/2

Pandemia atrasa conversa por renovação, mas Inter e Dourado apostam em acerto


Existia uma conversa agendada, que acabou cancelada pela pandemia do coronavírus e será retomada quando a situação se acalmar. Prestes a entrar na fase de retreinamento, Dourado tem a intenção de ganhar uma valorização do clube.

O contrato do volante expira em 31 de dezembro deste ano. Ou seja, poderá assinar um pré-contrato com qualquer clube a partir de 1º de julho caso não renove seu contrato antes deste prazo. Não é este o quadro que avizinha-se.

Dourado e seu representante, Gilmar Veloz, têm uma parceria estreita com o presidente Marcelo Medeiros e o executivo de futebol Rodrigo Caetano. Antes do recesso, as conversas ocorriam e caminhavam para o acerto. Há detalhes a definir, como valores e tempo de contrato, mas o desejo é mútuo pela permanência.


Em recuperação de lesão, o volante tem possibilidade de iniciar o treinamento nesta semana para retomar as mais próximas do normal após quase um ano sem jogar. Esse passo é determinante para recomeçar as conversas pela renovação. Dourado tem a intenção de receber uma boa valorização e parar na lista dos jogadores mais bem pagos do Beira-Rio.


Dourado recupera-se de duas cirurgias no joelho esquerdo realizadas ainda no ano passado. A segunda após ter sido diagnosticado com um edema ósseo. Nesta retomada após as férias, faz um trabalho de reequilíbrio muscular por ter ficado aproximadamente dois meses sem colocar o pé no chão.

O volante é um dos jogadores mais cobiçados do Colorado desde 2015, quando chamou atenção de Diego Aguirre e virou titular. Já esteve na mira do Sporting, de Lisboa, do Al-Hilal, da Arábia Saudita, e o Flamengo, entre outros. O treinador Jorge Jesus é um entusiasta do futebol de Dourado.


A importância do camisa 13 é tamanha que, mesmo com a necessidade de fazer caixa e vender jogadores, o Inter não pretende desfazer-se de Dourado. Isso que o outrora capitão está há quase um ano sem entrar no gramado.


A última partida disputada foi a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras pela Copa do Brasil, no dia 10 de julho. No total, soma 223 partidas pelo Inter, com nove gols. Participou das conquistas dos Gauchões em 2014, 2015 e 2016.


FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Ricardo Duarte/Divulgação, Inter

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster