1/2

PC investiga crime eleitoral em Águas de Chapecó


Conforme informações da PC, nesta quarta-feira (11), três seguranças privados foram presos por supostamente coagir eleitor apresentando-lhe arma de fogo, aparentemente uma pistola, enquanto circulavam pelas ruas de Águas de Chapecó em uma Renault/Duster. Verificou-se que esses três seguranças tinham relação com um candidato a vereador, ainda em Águas de Chapecó.



Objetivando aprofundar as investigações acerca de possíveis ameaças e coações contra eleitores, promovidas por pessoas de fora da cidade de Águas de Chapecó, notadamente os simpatizantes de partidos rivais, a Polícia Civil cumpriu três mandados de busca domiciliar em endereços ligados a esse candidato a vereador.

Durante a operação, o investigado se apresentou e permaneceu em silêncio. A investigação continuará, a fim de confirmar o envolvimento de outros suspeitos.

Participaram da operação os policiais das unidades subordinadas às Delegacias das Comarcas de São Carlos, Palmitos e Pinhalzinho, sob a coordenação do Delegado André Beckman.

A reportagem da Tropical FM havia publicado nesta quinta-feira (12) informações referente uma abordagem de um veículo com as mesmas características porém com detalhes repassados pela Polícia Militar de São Carlos.


Aliás, a Polícia Civil, salienta que a prisão desses 3 seguranças no dia 11 foi efetuada pela PM de Águas de Chapecó. Com base nas informações do flagrante, a PC está dando continuidade à investigação.




Fonte/fotos: Polícia Civil

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster