1/2

Peixe enfrenta o Boca por vaga na final da Libertadores


Chegou o tão esperado dia. Em um duelo histórico, repleto de tradição, Santos e Boca Juniors se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), pela partida de volta da semifinal da Copa Libertadores. O vencedor do duelo na Vila Belmiro enfrenta o Palmeiras no dia 30 de janeiro, no Maracanã, às 17h, na decisão.


O primeiro jogo, na Bombonera, terminou 0 a 0. Por causa do empate sem gols, o Santos precisa vencer para ir à final da Libertadores. Já o Boca Juniors pode empatar com gols, por causa do critério dos gols fora de casa. Em caso de novo 0 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.


Entre os dois jogos da semifinal, o Santos mostrou a força de seu elenco na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo. O técnico Cuca optou por usar apenas jogadores reservas e o titular Lucas Braga no clássico do fim de semana. Mesmo assim, o Peixe conseguiu vencer o rival no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.


Depois do empate em 0 a 0 na Bombonera, o Boca Juniors empatou novamente no fim de semana. Com o 2 a 2 diante do Argentinos Juniors, o adversário do Santos se classificou para a decisão da Copa Diego Armando Maradona.


Santos - técnico: Cuca

O Santos tem quase todos os seus jogadores à disposição para o jogo desta quarta-feira. Com Covid-19, o goleiro John e o zagueiro Wagner Leonardo desfalcam o Peixe, que poupou 10 dos 11 titulares no fim de semana. Apenas o atacante Lucas Braga, que deve ser titular diante do Boca Juniors, também começou jogando contra o São Paulo.


Satisfeito com o desempenho da equipe, Cuca deve apenas colocar João Paulo no lugar de John e manter o restante do time que foi titular na Bombonera. Assim, o Peixe entrará em campo num 4-3-3 clássico, com dois volantes, um meia e três atacantes.


SANTOS: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Sandry (Lucas Braga); Soteldo, Marinho e Kaio Jorge.


Boca Juniors - técnico: Miguel Ángel Russo

Assim como no jogo de ida, Tevez e Villa são as principais esperanças do Boca Juniors. O experiente atacante de 36 anos vive ótima fase e cresceu de produção justamente na Libertadores. Agora, tenta ir a mais uma decisão da competição continental.


Depois de ter problemas para montar o meio de campo no jogo de ida, o técnico Miguel Ángel Russo deve contar com o retorno do volante Jorman Campuzano. Em contrapartida, Capaldo deve ser sua dupla, e Diego González, que voltava de lesão antes da partida na Bombonera, ficará no banco de reservas.


BOCA: Andrada; Jara, Lopez, Izquierdoz e Fabra; Campuzano, Capaldo (González), Villa e Cardona (Salvio); Tevez e Ábila (Soldano).


Fonte: globoesporte.globo.com

Arte: acervosantosfc.com

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster