1/2

Presidente da FCF : "Muito difícil terminar o campeonato"


Presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Rubens Angelotti recebeu com surpresa o anúncio da prorrogação do veto ao Campeonato Catarinense por parte do Governo de Santa Catarina na noite desta sexta-feira. Em entrevista à CBN Diário, o mandatário acredita que agora ficou complicado encerrar em campo o estadual.


Em novo decreto, ficou definido que o Catarinense não pode recomeçar antes de 7 de agosto. A suspensão inicial do Governo permitia a volta dos jogos na próxima segunda-feira. A Federação, inclusive, havia confirmado as partida após reunião com a Secretaria do Estado da Saúde.


Angelotti criticou o Governo de SC ao dizer que o veto ao estadual faz parte de "politicagem". Isso porque, o dirigente compara que em outras regiões do Brasil os jogos foram retomados e não mais paralisados.

– Outros estados com pandemia e o futebol em andamento. O Rio de Janeiro terminou campeonato, o Paraná está terminando, São Paulo também, e nós não podemos. Qual a razão? Qual o motivo? É difícil entender. Estou acreditando que tem uma politicagem muito forte. Não é possível – destacou


A proibição do recomeço do Catarinense esgota as datas disponíveis à Federação. O motivo é que a CBF agendou para o dia 7 de agosto o início dos jogos das competições nacionais. A alternativa, agora, é convencer o Governo de SC a revogar o veto.


– Estamos tentando reverter agora. Não temos mais datas para terminar o campeonato. Nós vamos tentar conversar com o Governo – completou.


O fim da suspensão do estadual em Santa Catarina coincide com a estreia do Avaí na Série B em 7 de agosto, enquanto no dia seguinte o Figueirense entrará em campo. Já a Chapecoense tem jogo no dia 9. Na Série C, o Brusque tem compromisso no dia 8, enquanto o Criciúma atuará no dia 10.


Na última atualização de casos, Santa Catarina chegou a 65.017 mil confirmações, sendo 2.735 novos registros em 24 horas. O Estado tem ainda 844 mortes, com 32 óbitos de um dia para outro.


FONTE: Globoesporte.com

Foto: Assessoria/FCF

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster