1/2

São Carlos: Câmara de Vereadores é alvo de tentativa de golpe



Na edição desta terça-feira (12) do Jornal do Meio Dia a reportagem da Tropical FM, alertou órgãos públicos que são alvo do golpe que estelionatários estão a aplicar em todo o Estado e que utiliza a figura do juiz como “isca” para ludibriar suas vítimas.



Nesta quarta-feira (13), a Câmara de Vereadores de São Carlos foi alvo da tentativa, não consumada.


No golpe, os criminosos usam nomes falsos para se apresentar como juízes que precisam de alguém de confiança para servir de motorista por alguns dias, em incursões pelo interior do Estado.


O contato inicial ocorre junto a órgãos públicos, que repassam nomes de profissionais da região. Em nova ligação, para a pessoa indicada, o golpista alega que depositou quantia maior do que a combinada equivocadamente, e pede reembolso do valor extra. A vítima só percebe que foi enganada quando comparece à unidade judiciária para ser ressarcida e percebe que o suposto magistrado não existe.


A orientação é para que as vítimas registrem boletim de ocorrência na Polícia Civil local. Foi neste sentido que o vereador Fernando Signori de São Carlos identificou a tentativa de golpe na casa de Leis são-carlense, nesta manhã e manteve contato com a Tropical FM.


Segundo o vereador, por volta de 09h40min, ao chegar à Câmara de Vereadores de São Carlos para seu atendimento previamente agendado, o servidor da Câmara Municipal, Cristiano Munslinger, estava em ligação telefônica, quando este lhe transferiu ligação telefônica a pedido de um suposto “Juiz de Direito Substituto”, que identificou-se como Dr. Marcos Aurélio.


Segundo Cristiano, o suposto juiz pediu inicialmente para falar com o Presidente da Câmara, hoje Ademar João Brutscher, e na ausência dele, pediu para falar com um vereador, caso algum estivesse na Câmara, no momento Signori.


Ao atender o telefone, o determinado indivíduo se identificou como “Juiz de Direito Substituto”, e solicitou a indicação de uma pessoa para realização de serviços de motorista particular, para realização de visitas ou similar no município, alegando urgência.


O suposto juiz disse que entraria em contato com a pessoa indicada para negociar valores para o trabalho. Signori estranhando a solicitação, pediu ao suposto Juiz para entrar em contato novamente, em seu telefone particular.


Após a ligação, desconfiando de golpe, o vereado dialogou com o servidor da Câmara sobre casos de golpes ocorridos em outras localidades, noticiados pela Tropical FM.


Após, certo tempo, o suposto juiz entrou em contato via WhatsApp, por meio de chamada de áudio, pelo número de telefone n.º (62) 9-8837-9426, indagando novamente se teria a indicação de quem pudesse realizar o trabalho que tinha intenção de começar às 11h30min. (veja imagem abaixo)


Foi então percebido a tentativa de golpe que serve de alerta para outros órgãos, e claro para a população em geral. Signori confirmou que o Boletim de Ocorrência será registrado nesta tarde junto a Polícia Civil da Comarca de São Carlos.



Tropical FM / Foto/imagem: Vereador Fernando Signori

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster