1/2

São Carlos: CPI poderá ter relatório nos próximos dias


A CPI da Câmara de Vereadores de São Carlos prosseguiu nesta quinta-feira (06), ocasião em que foram ouvidas as partes que respondem ao procedimento, sendo, Iara Schoemberger e Evandro Cesco. As audiências, gravadas em áudio e vídeo, seguem as regras da pandemia com uso de máscara e distanciamento.


Segundo apurou a reportagem da Tropical FM, a partir de agora as partes tem prazo de 5 dias para apresentarem as defesas e somente após isso inicia a elaboração do relatório, por parte do relator. Além do presidente, Ademir Damin, a Comissão da CPI é formada pelos vereadores, José Noimar Mai, relator, e Alisson Wickert, membro.


A Comissão Parlamentar de Inquérito é destinada a investigar a prática de eventuais irregularidades administrativas no âmbito do poder executivo supostamente cometidas pelos atuais vereadores, mas que nesta CPI respondem por atos na função de servidores municipais, Evandro Cesco e Iara Schoemberger.


Logo no início da CPI haviam sido ouvidas seis pessoas na condição de testemunhas, sendo o Secretário de Saúde da época dos fatos, Kellen Giongo e o responsável pelo RH, Volnei Mumber, além das quatro pessoas que integraram o PAD, Processo Administrativo, Fabiane Parisotto, Franciele Regina Frohlich, Marlene Terezinha Alexius Diel, e Elaine Maria Nicolai Eckert.


Já na semana passada foram ouvidas três testemunhas a favor de Iara Schoemberger, sendo Arlindo Statzmann, Neri Pereira Putzel e Pedro João Royer e 10 testemunhas a favor de Evandro Cesco, sendo Marli Terezinha Raupp Bentz, Alice Maria Neumann Kreuz, Angélica Sabrina Gonzatti, Maria Conceição da Silva, Joares Bedin, Nairo Deimiling, Romário Schleicher, Guido Kunsler, Elene Elizabeth Alebrandt e Michelle Brescovite.


Esta CPI tem 90 dias para ser concluída e enviada ao Ministério Público da Comarca de São Carlos.


Tropical FM/EC

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster