1/2

São Carlos: Entrevista aborda atendimento no Setor Social


Em entrevista a Tropical FM na manhã desta quinta-feira (2) participaram a Secretária de Assistência e Promoção Social de São Carlos, Glacy Dullius e a Assistente Social do setor Adriana Thesing (e).


OUÇA ENTREVISTA NA ÍNTEGRA AQUI.


Em pauta, a forma de atendimento do setor durante o isolamento. O alerta é para o agendamento de atendimento e só casos de extrema necessidade.

Adriana falou do atendimento que num primeiro momento foram indiretos, e que atualmente são presenciais, mas seguindo critérios, para a não aglomerações. A Assistente Social também falou dos públicos recebidos e aumento significativo da demanda, inclusive de pessoas que não eram atendidas pelo setor, já reflexo da pandemia.

Já Glacy deu ênfase a pessoas idosas, os quais assim como ela são considerados grupos de risco. Ela reforçou a importância dos idosos não circularem, e evitar aglomerações entre si, o que é muito comum. Glacy também lembrou que até mesmo outros públicos que procuram o setor, que evitem a vinda com mais de uma pessoa por família.

Glacy também alerta sobre o auxílio emergencial federal no valor de R$ 600,00 que foi sancionado pelo governo, mas que ainda depende de medida provisória pra alocar recursos junto ao orçamento, além do mecanismo aos bancos e quais as classes de trabalhadores beneficiados. Ela esclarece que em relação a esta ajuda da Renda Básica do Federal, deve se ter cautela, uma vez que terá seu funcionamento divulgado pelos meios de comunicação.

Em relação ao atendimento do Social e CRAS através dos telefones 984 281736 (também whatsapp) e 99128 4436, além do fixo das 13h às 17hs no 3325 3022. O atendimento também é realizado por meios eletrônicos, nos endereços psicologa@saocarlos.sc.gov.br e assistentesocial@saocarlos.sc.gov.br

Tropical FM/EC / Foto: Daiane Gehrard


Veja mais;

O governo federal aprovou recomendações gerais aos gestores e trabalhadores da assistência social para garantir a continuidade de serviços e atividades essenciais, com medidas e condições que garantam a segurança e a saúde dos usuários e dos profissionais, em meio à pandemia de covid-19.


A Portaria nº 54/2020 foi publicada hoje (2) no Diário Oficial da União e se estende a todo o Sistema Único de Assistência Social (Suas) dos estados, municípios e do Distrito Federal. O texto destaca a importância de o Estado brasileiro garantir a oferta regular de serviços e programas socioassistenciais voltados à população mais vulnerável e em risco social e promover a integração necessária entre o Suas e o Sistema Único de Saúde (SUS).


Na semana passada, o Ministério da Cidadania já havia definido medidas, no âmbito da rede de assistência social pública e privada, para enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente do novo coronavírus. O documento publicado hoje traz a nota técnica da Secretaria Nacional de Assistência Social, com as recomendações específicas sobre as estruturas assistenciais, e instruções sobre o uso de equipamentos de proteção.


Nele, o governo federal orienta sobre a necessidade de reorganizar as ofertas de serviços, considerando o que pode ser temporariamente suspenso ou adiado, e articular com a área da saúde para uma avaliação cotidiana da evolução da pandemia e das medidas que devem ser adotadas.


Agência Brasil

TROPICAL FM 97.7 - 2020 - LESS.webmaster