1/2

Vice-governadora publica nota relacionada as polêmicas




A vice-governadora de Santa Catarina Daniela Reihner publicou uma nota relacionada as questões administrativas e polêmicas envolvendo o Executivo estadual.




O documento, ocorre em virtude dos recentes acontecimentos que culminaram com a renúncia do Secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, originados na aquisição de 200 respiradores pulmonares ao custo de R$ 33 milhões, sem licitação e mediante pagamento antecipado, cuja entrega até́ o momento não se concretizou. Na nota a vice-governadora, que já se manifestou contrário as medidas do governo em relação a pandemia, declara estar perplexa com a situação.


Segundo ela, desde que se manifestou publicamente contra a contratação do hospital de campanha em Itajaí, diversos fatos vieram à tona por meio da imprensa, com indicativos desfavoráveis ao Governo de Santa Catarina, o que emerge como natural a suspeição e a insegurança jurídica em todos os processos que visam à aquisição de material essencial, com ou sem licitação, no combate ao novo Coronavírus, pois a celeridade não pode ser responsável pela inobservância das normas vigentes.


Daniela informou que manifestou sua indignação e oficiou, pela responsabilidade do cargo eletivo, ao Legislativo, ao Judiciário e demais órgãos de controle, clamando investigação, se for o caso, a punição dos responsáveis, zelando pelo controle de futuros processos, a fim de que os recursos públicos sejam aplicados com transparência e lisura, como determina a lei.


Ela também informa que solicitou ao Governador do Estado, que se digne a afastar do cargo de Chefe da Casa Civil, Douglas Borba, citado até́ o momento como envolvido pela aquisição dos respiradores por servidora exonerada e pelo ex-secretário de Saúde, para que as investigações sejam conduzidas com a imparcialidade que o fato exige. ⠀


Tropical FM / Foto: NSC TV

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster