1/2

Volante Henrique cai com carro em penhasco


O volante Henrique, de 35 anos e que recentemente voltou ao Cruzeiro, sofreu um acidente de carro no começo da noite desta sexta-feira, no município de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O jogador, que dirigia um carro modelo Land Rover, caiu em um penhasco na altura do mirante do Jatobá, na estrada para Casa Branca, em um local de difícil acesso. O jogador foi socorrido por membros do Corpo de Bombeiros e do Samu e levado inicialmente ao Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, e depois encaminhado ao hospital particular Mater Dei. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar.


O jogador foi retirado do local de maneira consciente, se queixando de dores, mas sem suspeita de fratura, segundo a Polícia Militar de Minas Gerais. No início da madrugada, o Cruzeiro informou que exames não detectaram lesões graves no jogador. Por precaução, ele passará a noite em observação no hospital.


Henrique estava sozinho no carro, no momento do acidente. O registro ocorreu por volta das 18h. Henrique foi levado ao hospital por volta das 22h, de acordo com a PM. Ainda segundo a Polícia Militar, há rastros do pneu na pista. Os médicos do Cruzeiro acompanham o volante no hospital.


O volante Henrique não sairá do hospital neste sábado. A informação da assessoria de imprensa do Cruzeiro é que o jogador ainda ficará em observação por até 48 horas. Apesar disso, clube diz que resultados dos exames não apresentam lesões ortopédicas ou neurológicas.


De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o veículo em que Henrique estava despencou de uma altura de 200 metros no Mirante do Jabotá, dentro do Parque Estadual do Rola Moça. Ainda segundo o documento, no momento do resgate, o jogador estava "desorientado e confuso" e por isso não foi possível colher mais informações sobre o acidente.


O local onde o acidente ocorreu é de difícil acesso, segundo os militares. O Corpo de Bombeiros empenhou 16 homens para retirar a vítima do carro.


Apesar da gravidade do acidente, o jogador teve somente escoriações. De acordo com o capitão Tiago Costa, responsável pelo resgate do Henrique, a tecnologia do carro, uma Land Rover, pode ter sido um dos fatores para o jogador não ter tido lesões mais graves.


FONTE: Globoesporte.com

TROPICAL FM 97.7 - LESS.webmaster