TROPICAL FM 97.7 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

1/2

Elenco da Chape protesta por atraso de sete meses de direitos de imagem

O elenco da Chapecoense protestou pelo atraso de sete meses de direitos de imagem, nesta sexta-feira, antes do treinamento no CT Água Amarela. Ainda sem uniforme, o grupo se reuniu com o gerente de futebol Michel Gazola e o técnico Marquinhos Santos para uma posição mais concreta.

 

Depois de uma conversa que durou cerca de 20 minutos, o grupo voltou ao vestiário, se trocou e treinou normalmente.

 

Desde o início do ano, o Verdão sofre para manter as contas em dia. Sem uma solução nesta reta final de temporada, o elenco escancarou o incômodo com a situação.

 

Em julho, a diretoria chegou a renegociar o pagamento dos direitos de imagem. Eles correspondem à boa parte do salário dos atletas, cerca de 40% segundo o Verdão. Os outros 60% são pagos na CLT.

Por meio de nota, a Chapecoense confirmou os débitos com o elenco, mas reiterou que o elenco vai manter as atividades.

 

O Verdão é o vice-lanterna da Série A com 22 pontos. Na próxima rodada, enfrenta o Grêmio, domingo, às 19h, na Arena Condá.

 

Entenda o problema

 

No início da temporada, o Verdão do Oeste previu a entrada de R$ 10 milhões referentes aos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro para o exterior. Como a operação da CBF não foi concretizada, a Chape recebeu apenas R$ 1,8 milhão, sem a dedução de impostos, o que ocasionou uma diferença de R$ 8,2 milhões em relação ao planejado para o ano e no fluxo de caixa do clube.

Please reload

RESTAURANTE_GALPÃO.jpg